Casa Adaptada para facilitar a locomoção!

Nos últimos anos, tem aumentado ainda mais a preocupação dos arquitetos em criar locais acessíveis para pessoas com deficiência motora, como cadeirantes, idosos com dificuldade de locomoção, entre outros. Várias medidas de segurança e acessibilidade devem ser tomadas ao construir uma casa que atenda a todas as necessidades dessa pessoa. A seguir, veja alguns itens imprescindíveis para quem tem esse tipo de prioridade ou até mesmo interesse em conhecer mais sobre esse assunto. Se tiver que optar por alguns cômodos, somente, priorize o banheiro e o quarto.

 

Corredores e portas

Um dos principais itens a se verificar em um lar adaptado e perfeitamente acessível é garantir que os corredores e portas possuam espaço para a circulação adequada de uma cadeira de rodas ou qualquer outro aparelho de locomoção, como muletas, bengalas ou andadores. Esse espaço deve ser suficiente para andar e manobrar sem dificuldades. Quanto menor o número de móveis e objetos soltos no local, melhor, pois há menos risco de esbarrar e derrubar alguma coisa, machucando o morador deficiente.

 

 

Barras de apoio

Barras de apoio devem ser colocadas em pontos estratégicos, como banheiros, cozinha e quarto. Se necessário, as barras de apoio podem ser espalhadas pela casa inteira. O material a ser utilizado deve ser sempre de aço inox, inclusive parafusos e juntas, pois a oxidação fragiliza a barra. Qualquer defeito ou dano pode causar acidentes graves.

 

Casas com mais de um andar, pisos e mais detalhes

Em casas com dois andares ou mais, pode ser preciso instalar um elevador ou uma rampa, por isso são preferíveis casas planas. Todos os pisos devem ser antiderrapantes, para evitar acidentes. As maçanetas das portas devem ser mais leves e nunca as redondas, pois são mais difíceis de abrir para pessoas que não tenham mais a mesma força nos braços. Dê preferência às de alavanca e, se possível, a portas que abram para as duas direções.

 

Móveis também precisam de adaptação

Móveis devem seguir algumas regras de segurança. Primeiro, cantos arredondados, por motivos óbvios. Devem estar adaptados à altura do morador, para que um cadeirante não tenha que se esticar ou um idoso não tenha que se abaixar muito. Caso seja necessário, pode-se construir um armário embutido, para que o morador tenha fácil acesso aos seus pertences sem precisar se levantar.

 

Cozinha

Por questões de funcionalidade, a cozinha deve ter todos os utensílios próximos, facilitando todas as tarefas do morador. Espaço é mais que necessário para poder reunir os objetos e levá-los de um lado a outro sem dificuldade. Tudo, desde a mesa até o fogão, deve ser da altura correta e de fácil manuseio. Tomadas, interruptores e outros objetos elétricos também devem ser fáceis de alcançar e desligar em caso de emergência.

 

sala-adaptada-6.jpg

Banheiro

O banheiro deve, além de facilitar a vida para os que possuem dificuldade de locomoção, preservar a intimidade e a privacidade. Por isso, este espaço necessita de muita atenção na hora de ser projetado para casas adaptadas. Não se deve perder de vista a segurança e a praticidade.

 

O Box obrigatoriamente apresentará espaço o bastante para a manobra de uma cadeira de rodas ou outro aparelho auxiliar. O desnível do piso deverá medir, no máximo, 1,5 cm. Essa é uma especificação dada pela ABNT – Associação Brasileira de Normas Técnicas. Além disso, primar pelas barras de apoio é imprescindível.

 

O mesmo ocorre com o vaso sanitário, que deverá ter barras de apoio e medir em torno de 70 cm, conforme as normas. Quanto a tapetes, não é preciso dispensá-los, desde que estes sejam antiderrapantes e trocados com maior frequência. Bancos fixos também são ótima opção para se ter dentro do Box.

 

O bem-estar de todos é importante

Pensar na casa adaptada também é levar em consideração a convivência.

 

Todos os recursos devem ser em prol dos portadores de deficiência motora, e os não deficientes participarão do processo. No cotidiano, a rotina do não deficiente também deverá ser levada em consideração. Para isso, buscar o consenso para tornar o ambiente agradável a todos é o mais importante.

 

Este texto é um trecho do artigo "Uma casa adaptada para necessidade de locomoção".  Para mais informações acessar:  https://casadaptada.com.br/