Síndrome Pós Pólio: Estresse e Dor!

 

 

Reduzir o estresse é vital na luta contra a dor. Músculos que já são dolorosos experimentam mais dor  à medida que seu nível de estresse aumenta e seus músculos se contraem.

 

O reconhecimento e a compreensão dos sentimentos são outro componente importante para o sucesso do tratamento da dor. Quando você ignora os sentimentos, eles não desaparecem, mas aparecem como tensão aumentada, sensação de mal-estar ou raiva.

 

Lidar com os sentimentos à medida que ocorrem pode reduzir bastante os níveis de estresse e dor. Faça um diário onde relata o tipo de atividade que fez e o nível da dor, com suas atualizações diárias, ele pode se tornar seu roteiro para o bem-estar e fornecer a você uma sensação de empoderamento.

 

O exercício diário também deve se tornar uma atividade rotineira. Alongamentos simples podem fortalecer os músculos, melhorar a circulação e manter os níveis de energia. Pergunte ao seu médico sobre um programa de exercícios projetado para se adequar às suas necessidades.

 

Ao planejar o seu dia, lembre-se de que você precisa programar as atividades de acordo com sua capacidade, ou seja,  seu ritmo. Não adianta encher de atividades o dia, sem a noção de tempo e força que precisará, para desenvolver cada atividade!

 

 

Convido você a praticar o PACE...

 


 

 

Paul-Kirby-for-web.jpg

P = Priorizar as tarefas, fazer as mais importantes primeiro!

A = Ação, planejar suas ações para obter melhor uso do tempo!

C = Conforto, lembre-se de que o seu conforto físico é importante. Se uma tarefa cria níveis aumentados de dor, talvez você precise pedir ajuda!

E = Energia, lembrar que os níveis de energia nunca são os mesmos no dia a dia.

 

 

Você precisa considerar quanta energia você tem no início de cada dia para garantir que você está trabalhando e jogando dentro de sua capacidade. Ao combinar o PACE - prioridades, ação, conforto e energia , você pode começar a se sentir mais como uma pessoa do que como um paciente.

 

Que tal experimentar?

 

Fonte:

Penny Cowan, ele  é o fundador e diretor executivo da American Chronic Pain Association (ACPA).