Somos limitados por nós mesmos!!!

 

Ao terminar o ensino médio, comecei a me preocupar com a maneira de ganhar a vida no mundo real como sobrevivente da poliomielite!

 

Eu era um mecânico de carros decente, mas percebi que seria um desafio ao longo da vida trabalhar nesse tipo de profissão. Um médico do Hospital Shriners para crianças deficientes, disse que eu era a pessoa mais engenhosa que ele já conhecera. Eu poderia ter criado ferramentas que me ajudariam a fazer o trabalho de mecânico, mas provavelmente ainda não era a escolha ideal de carreira.

 

Em setembro de 1967, meu primeiro semestre na faculdade, encontrei o computador IBM 1620 pela primeira vez. Tinha 20.000 posições decimais de memória. O controle remoto da sua TV provavelmente tem um milhão de vezes isso (rsrsrs)!

 

Minha tarefa era aprender a programá-lo. Até mesmo a programação de computadores era fisicamente desafiadora, com a mão e o braço direito danificados pela pólio. 

 

Eu não sabia se estava pronto para a tarefa! Logo aprendi, no entanto, que na programação a precisão é muito mais importante do que a velocidade de digitação.

 

Isso iniciou um entendimento ao longo da vida de que somos limitados principalmente pelo que achamos que não podemos alcançar. Graças a Deus por isso. 

 

Agora sabemos que um trabalho físico como mecânico teria causado um impacto muito maior no meu corpo e tornaria a síndrome pós-pólio muito pior para mim agora

 

ibm1620-2(2).jpg

 

O que quero compartilhar é que uma doença como a Poliomielite pode marcar a sua Vida, limitá-la, mas só você determina seus sentimentos e atitudes em relação a isso!

 

Pode se sentir fracassado, vítima, impotente ou acreditar que se Deus lhe deu esse encargo é porque você é forte suficiente não só para carregar mas para transformar os limites de sua Vida. Eu acredito nisso!

 

Cada vez que me defronto com um limite imposto pelo meu corpo físico, me pergunto, certo! E aí, o que você vai fazer a respeito disso? E começo automaticamente a pensar em soluções para o problema.... O corpo pode estar deficiente mas a minha mente, NÃO! Meu espírito permanece jovem e indomável!

 

Fonte: Joe Drogan - PHI – Pos Polio Internacional.