A SPP me fez descobrir novos talentos!!​

 

No verão de 1958, contraí poliomielite paralítica. Fui abençoada por poder andar novamente e, como tantos sobreviventes da pólio, não pude competir no atletismo, mas aprendi a me destacar academicamente. 

 

Fiz mestrado em serviço social e trabalhei por mais de 25 anos como assistente social em ambientes psiquiátricos e médicos.

 

A partir de 1996 comecei a me sentir 'péssima', mas todos os exames médicos que fazia não apontavam nada, então fui rotulada de deprimida, ansiosa, com síndrome do ninho vazio e os médicos prescreveram muitos exercícios e antidepressivos (que me recusei a tomar). 

 

Em outubro passado, tive a bênção de descobrir o Centro Internacional de Reabilitação para Pólio na clínica ambulatorial de Spaulding Rehab, em Massachusetts - EUA. Fui diagnosticada com síndrome pós-pólio.

 

Minha meta era trabalhar 3 anos no meu emprego até que eu 'pudesse me aposentar'. Todas as sugestões da clínica pós-pólio foram implementadas e enquanto eu me sentia melhor, eu sabia que precisava fazer uma grande mudança no estilo de vida!

 

Meu fisioterapeuta demonstrou, usando uma máquina de biofeedback, o impacto que o meu trabalho estava cobrando  fisicamente.

 

Tive a sorte de descobrir o dom da poesia dentro de mim, que brotou das trevas da dor, da fraqueza, do cansaço e da incerteza sobre meu futuro!

 

Eu sabia que poderia tentar me aposentar devido a essa deficiência, mas de alguma forma isso não parecia certo para mim na época. 

 

Meus primeiros poemas me ajudaram em minha jornada de cura e eram sobre a poliomielite e a pós-poliomielite. 

 

Antes que eu percebesse, eu havia escrito um livro e meu marido sugeriu que eu abrisse minha própria empresa de cartões comemorativos para que pudesse trabalhar em casa. 

 

Eu dei um salto de fé e deixei minha carreira de muito sucesso, e percebi que poderia usar o dinheiro da demissão como capital inicial para meu novo empreendimento. 

 

Mais importante, eu teria tempo para descansar, fazer exercícios, comer de forma saudável e não ter o estresse intenso do meu trabalho.

 

Desde que deixei meu emprego em tempo integral, meu livro “Saudações ao Novo Mundo: Poesia e Reflexões” foi publicado e meu negócio está decolando. 

 

A SPP me fez descobrir novos talentos!!​

 

 

Eu descobri a cura milagrosa! Faço o que amo e não tenho mais despertadores! Eu agendo um tempo todos os dias para meu regime de exercícios diários e trabalho com um personal trainer. 

 

A fisioterapia lançou a base para a minha recuperação do desuso e do uso excessivo, e meu personal trainer desenvolveu um programa para complementar aquele elaborado por meu fisioterapeuta. 

 

Eu descobri uma maior força e confiança no meu corpo! Sinto-me curada emocionalmente, fisicamente e espiritualmente. 

 

Eu encorajo a todos a 'pensar fora da caixa' e a não se sentirem presos por circunstâncias externas. Todos nós temos opções e caminhos para a capacitação e a cura! 

 

Digo isso, porque é muito comum as pessoas dizerem, "Mas ela teve apoio", "Tinha condições financeiras"! O que posso dizer, é que mudar e se adaptar a novas condições de Vida não é fácil para ninguém! Mas é possível, quando realmente se quer!!! O que acha....

 

 

Fonte: https://post-polio.org